Carreto


Para Iniciação à Pesca Desportiva
 

Truques e Conselhos anteriores

10 - Nó de batente para bóia de correr (1)

1 - Cortar um pedaço de fio 0,18 ou 0,20 com mais ou menos 30 cm e fazer um laço à volta da linha de pesca.

Desenho

2 - Com uma das pontas dar 3 ou 4 voltas e depois executar a mesma operação na outra extremidade do fio.

Desenho

3 - Pegar nesta última ponta, passá-la pela argola inicial e puxar bem as pontas para aperto do nó, cortando depois o que sobra mas não muito rente.

Desenho


11 - Nó de batente para bóia de correr (2)

1 - Cortar um pedaço de linha mais grossa que a de pesca e entrelaçá-la em dois pontos.

Desenho

2 - Juntar as duas extremidades na parte superior e dar 3 ou 4 voltas entre si e no sentido oposto de cada ponta.

Desenho

3 - Puxar pelas pontas, apertar bem e cortar mas não demasiado rente ao nó.

Desenho


12 - Nó em derivação

1 - Segurar as duas linhas e fazer um laço com o estrovo em volta da linha.

Desenho

2 - Passar uma das pontas do estrovo no laço feito e dar 4 ou 5 voltas por dentro.

Desenho

3 - Pegar em ambas as pontas e apertar bem.

Desenho

4 - Cortar a ponta e preparar o empate do anzol.

Desenho


13 - Nó para junção de 2 linhas

1 - Juntar as pontas das 2 linhas em cerca de 20 cm.

Desenho

2 - Dobrá-las, fazer uma argola grande e executar 3 ou 4 nós no interior da argola.

Desenho

3 - Puxar com firmeza ambas as linhas e cortar as pontas.

Desenho


14 - Nó para o anzol

1 - Passar a linha a utilizar para o empate pela argola do anzol.

Desenho

2 - Fazer um laço simples.

Desenho

3 - Dar de 4 a 6 voltas para dentro do laço com a extremidade da linha e segurando-a bem.

Desenho

4 - Segurar o anzol e esticar a linha para apertar o nó, não exercendo demasiada força.

Desenho

5 - Deslizar o nó até à argola do anzol e apertar, cortando depois a ponta que sobrou de modo a ficar o mais justo possível. Desenho
Desenho


15 - Nó para o carreto

1 - Colocar a linha à volta da bobine do carreto e dar um nó simples a cerca de 4 ou 5 cm. da extremidade do fio.

Desenho

2 - Nessa mesma extremidade executar um segundo nó simples.

Desenho

3 - Molhar ligeiramente com água a linha e os nós e depois puxar de modo que o 1º nó deslize de encontro à bobine. Colocar por cima dos nós um pedaço de fita adesiva.

Desenho


16 - Nó para o empate

1 - Dobrar a ponta da linha e fazer um nó.

Desenho

2 - Voltar a fazer outro nó sobre o anterior de modo que o laço da ponta não fique demasiado grande.

Desenho

3 - Puxar pelo laço segurando a linha e cortar a ponta o mais justo possível.

Desenho


17 - Oliva sem brilho

1 - Para eliminar o brilho das olivas introduzi-las em vinagre que irá deixá-las baças.

Desenho

Desenho

Desenho


18 - Peixe vivo (transporte)

1 - Antes de iniciar viagem colocar vários cubos de gelo na água.
Se a viagem for longa levar mais gelo num termo apropriado para poder manter assim uma melhor temperatura e ao mesmo tempo oxigenar a água.

Desenho Desenho


19 - Sonda improvisada

1 - Cortar um pedaço de borracha (câmara de ar, por exemplo) e abrir o chumbo.

Desenho

2 - Introduzir a borracha na fenda e apertar com força o chumbo.

Desenho

3 - Enfiar o anzol na borracha.

Desenho

Desenho


20 - Trigo cozido

1 - À noite, encher um termo com 2/3 de trigo, deitar água a ferver e fechá-lo hermeticamente. Na manhã seguinte retirar o trigo cozido 

Desenho

Desenho



Alguns dos textos foram adaptados do original de Daniel Maury com desenhos de Claude-Henri Juillard


Top LinkHitList da Alemanha Click here to apply for your Award
Top Website Award

Voltar à página inicial

Web hosting by Somee.com